quarta-feira, 25 de abril de 2012

Serviço Social na Educação e a prevenção no uso de drogas

O trabalho do assistente social fortalecido junto as redes sociais na prevenção ao uso indevido de drogas e sua estratégia no ambiente escolar como mais uma intervenção da prática do SERVIÇO SOCIAL NA ESCOLA.
A primeira análise que faço, é que o profissional deve se apoderar do conhecimento sobre drogas, sua classificação, seus efeitos, atualizar-se quanto a sua dinâmica na sociedade e as pesquisas e estudos já realizados, além de buscar realizar o diagnóstico no ambiente de trabalho, para que se identifiquem os aspectos socioculturais do uso, os fatores de risco e montar estratégias que fortaleçam os fatores de proteção, considerando os aspectos biológicos, relacionais interpessoais, familiares, convivência ou contato com a droga, culturais, sensacionais do efeito da droga.
A segunda ênfase que deve ser considerada é o fortalecimento da rede social e a sua participação na redução de danos, proporcionado segundo Paulina Vieira Duarte (2008) na criação de vínculos, ampliação da reflexão, exercitando  a solidariedade e cidadania, como também, na mobilização da população para os recursos disponíveis na comunidade, considerando sempre o acolhimento, a cooperação, disponibilidade, tolerância e a generosidade.
A inserção dos assistentes sociais nos estabelecimentos educacionais tem representado, na atualidade, não apenas o desejo dessa categoria profissional e o resultado de sua atuação política e profissional na defesa dos direitos sociais e humanos, mas uma necessidade sócio-institucional cada vez mais reconhecida no âmbito do poder legislativo de diferentes estados e municípios.
A presença dos assistentes sociais, sobretudo, nas escolas, tem sido tomada como a presença de um profissional que possa contribuir com a ampliação da rede social no ambiente escolar, favorecendo a interação na teia social.
SANTIANE GODINHO

Um comentário:

Anônimo disse...

Cara amiga elaine, Acho que o governo não dá valor ao assistente social, Acho totalmente que os assistentes sociais deveriam ser mas respeitados e enfim... Sempre ter pelo menos 3 ou 2 nas escolas. Abraços .
Tudo de bom .